Avançar para o conteúdo principal

OPEPianização... ou algo do género.

Olá olá... então como anda a juventude leitora? Hoje sinto-me pouco inspirado porque a regaçada da minha colega de trabalho fez questão de partilhar uma coisa com o laboratório todo: A miserável da gripe! Assim, ficámos todos em pé de igualdade, destacando-se essa desgraçada brasileira por levar já uns dias de avanço de contaminação.

Não vos quero molestar com o que me dói ou não dói, mas sim com o que na realidade me trouxe ao PC para vos escrever. Dizem que começa assim:

A OPEP é basicamente um grupo de sacanas que controlam uma das fontes energéticas mais utilizadas no planeta... o "pitroil"! Quando tens reservas boas, entras para o grupo... quando já não tens reservas, vais pastar com os outros países sem reservas que há no mundo... ou seja... os tesos! É um clube VIP do ouro negro.
Ora, como temos assistido nos últimos tempos, parece que o tiro lhes saiu pela culatra e o pessoal deixou de comprar derivados de petróleo, fazendo com que o preço do barril descesse até mínimos só antes vistos em sei lá quando (nem me lembro). E o consumidor diz: "Épa... porreiro!" E eles dizem: "Porreiro uma merda que tenho as prestações de 2 iates, 4 Boeing e 3 casas com piscina aquecida para pagar!". E o mais curioso é que quando não há guerras no Médio Oriente, o petróleo cai ainda mais e se vive uma crise que apenas fará com que baixe o seu preço (sim, ainda mais, mas não me queria repetir), estala uma bulha (vulga escaramuça de garotos) onde???? Ora lá está... no Médio Oriente. E o que acontece ao pitroil???? Upa, upa, upa!
Pelo que me deu a entender, o Hamas, que estava em tréguas com Israel, decidiu enviar os Reis magos para ver o menino... em forma de rockets e morteiros. Lamentável, porque há pessoal que se magoa com essas brincadeiras, mas não lhes tiro o mérito de serem originais. A minha questão é... se estavam em tréguas, porque é que começaram outra vez com as mesmas ideologias de trampa? E refiro-me a ambas as partes (porque se um não tem direito de existir, o outro também não e aquela porção de terreno deveria ser minha!), que no fundo não têm juízo nenhum! Terá sido alguém do Hamas? Really? E se estivesse a mando da OPEP, ou ao menos financiada por ela? Poderá a OPEP estar a controlar o negócio de armas e os ataques de forma a fazer disparar os preços da sua fonte de alimento sempre que necessitam? Afinal, muito dinheiro pode levar à loucura, certo? E dado que os cabecilhas desta organização estão em países que oferecem uma certa imunidade, já que são árabes (protecção do Islão) e têm petróleo (protecção do ocidente), porque não fomentar umas guerras num país de terceiro mundo por meia dúzia de patacos? Sei que são ideias parvas mas se virem bem, até podem ter fundamento.
Uma teoria da conspiração OPEPiana!

E mais não digo...

Cumprimentos

Shuri Kata (Agora é que mais não digo!)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Ide e Multiplicai-vos!

Boas tardes caros leitores, leitoras, vislumbradores e afins deste blog.

Como podem reparar, convidei o Richard para apresentar alguns dos seus disparates neste blog. Depois de uma colocação inapropriada do texto "Strange Life of John" no TheLittleBox, decidi propor-lhe um lugar para poder disparatar livremente, mas com censura. Hehe. Espero que ele esteja à altura de merecer a presença neste meu pequeno espaço.

Não hesitem de comentar as nossas postagens. Creio que ambos temos muito para aprender.

Com os melhores cumprimentos,

Shuri Kata

Melgas

As melgas são um bicho parvo, malazado a voar, aproveitador e claramente sobredotados para o que não devem... Deviam, portanto, claramente falecer! Lamento a quebra de opções alimentares dos achigãs, mas vocês não têm de se encher de repelentes!

WTF? - Definição de politicamente correto

Caríssimos leitores,
Por certo que o tempo tem sido pouco e, claramente, a dedicação tem sido algo a rasar o insignificante... para não dizer nenhuma... mas as mundifiquilidades da vida assim obrigaram. Chega de lamurias à velhinho e vamos ao tema do dia:
Afinal, o que é ser politicamente correto?
Em conversa com Confúcio, Spétalus teve também esta dúvida, e o grande sábio assim falou:
- Caro Spétalus, e eventualmente Cómlius, vamos imaginar o seguinte cenário - No grande império da China existem minorias... parte dessas minorias não trabalha nem paga impostos...  parte dessas minorias recebe apoio do imperador para poder sobreviver, devido à questão anterior... parte dessas minorias dedica-se a levar emprestado os bens de outrem... parte dessas minorias tem milhões de yens guardados no banco... - Mas isso não faz sentido sábio Confúcio! - Exclama Spétalus. - Então eles não contribuem para o estado que os sustenta e ainda amealham por fora? Isso não é justo para os outros que nada tê…