Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2009

Conspiracy

Hoje vivi um momento de flash back e, em 45 minutos, consegui reviver grande parte do ano de 2007 e 2008. Não, não levei com um tijolo na cabeça, nem fui fulminado por um relâmpago perdido... Estive numa clínica de raio-X. Ora e como grande parte dos leitores deve saber, não há nada mais desactualizado do que as revistas dos consultórios deste país. Aliás, não existe local mais perfeito do que este tipo de instalações para nos pormos a par do que se passou em Março de 2007. Ou na melhor das hipoteses relembrar aquele evento que ocorreu em Junho de 2008. Querem algo mais actual? Vão a uma banca de jornais... grande lata!

A pergunta que nós normalmente fazemos é: Então e revistas deste mês... ou pelo menos de Dezembro? Bem... na verdade, a partir do momento em que uma pessoa entra num destes consultórios, perde meses de vida. Normalmente não existem televisões, ou rádio, ou o que quer que seja que nos possa por a par do que se passa lá fora. Note-se que normalmente se encontram em locais…

Vamos ser do contra?

Bons dias caros leitores.

Agora que não tenho nada para fazer na vida (como se fosse verdade... o que não é!) aproveitei para reflectir um bocadinho sobre a condição de critico nacional. Não há nada mais fácil que criticar, isso é um ponto assente, mas saber criticar também tem arte. É toda aquela trama que re vai desenrolando a cada palavra que é regurgitada por aquela pessoa que não gosta de fazer nenhum, nem gosta que os outros façam.

Ora, vamos começar pelos políticos...

Os políticos apresentam uma capacidade inata para criticar os outros políticos. São uma espécie especial que sabe precisamente o que o povinho quer ouvir e o que a oposição não. Assim, toca de meter um ferro em brasa nas feridas que muitas das vezes foram eles que fizeram quando estiveram no poleiro. Politico é assim, caga no passeio e acusa o próximo, que lá vai arrear o calhau, da merda que o passeio tem! São uns mestres!

Temos os críticos literários...

Eles escrevem muito e bem mas não escrevem merda nenhuma. No fun…

Ua Fauua...

Que uinda fauua,
Que uá vem, uá vem,
É ua fauua,
Que vem de Beuém.

Eu peço ao Senhol Balqueiro
Que ue deixe passal,
Tenho fiuos pequeninos
Não os posso sustental.

Passalá, não passalá,
augum deues ficalá,
se não fol a mãe à flente,
é o fiuo uá de tlás.

Só para que conste...

Como ser uma celebridade...

Caros leitores... ao longo destes últimos dias consegui reunir informações necessárias aos aspirantes de celebridade. No fundo, não há nada mais fácil do que ser uma estrela. Basta ter uma das seguintes características:

Ser jogador da bola;
Ser um gay extrovertido;
Saber amarar aviões;
Contradizer tudo o que o governo diz;
Ser pedófilo;
Saber fazer desaparecer crianças;
Escrever livros sobre putos mágicos;
Escrever livros sobre as crianças desaparecidas;
Ser dono de um banco;
Ser presidente do mesmo banco;
As duas anteriores mais um cargo grande num outro banco;
As três anteriores e o cargo de secretário de estado.

Como podem ver, é bastante simples aparecer na TV, ser a verdadeira estrela, por fazer cenas que realmente contribuem muito para a nossa sociedade... Como diria alguém: "Vão masé trabalhar ó!!!"

Cumprimentos não celebres,

Shuri Kata

WTF é uma Jihad?

Para quem não sabe, a Jihad não tem nada a ver com guerras santas nem porrada nem essas coisas. Ora, Jihad vem do português Geada, quando pronunciado nos Açores e, como o nome indica, é a formação de gelo proveniente da deposição da humidade nocturna. Como todos sabemos, a geada é tramada porque queima tudo o que é plantinhas e é um perigo do caneco para os carros, tanto por tapar completamente o para brisas como por tender a acumular-se nas estradas (especialmente em curvas) o que leva muitos dos condutores a ter despesas acrescidas nos dias frios. É por este motivo que Geada ou Jihad, ficou conhecida por ser uma cena mesmo tramada.
A JihadIslâmica, muitas vezes referida na televisão não é mais que a deposição e congelamento de água que vem de paísesárabes, normalmente mais perigosa e destrutiva que a JihadTuga. A titulo de exemplo: "Tá a cair uma Jihad do caraças hoje..."

Espero que fiquem esclarecidos/as.

Cumprimentos,

Shuri Kata

OPEPianização... ou algo do género.

Olá olá... então como anda a juventude leitora? Hoje sinto-me pouco inspirado porque a regaçada da minha colega de trabalho fez questão de partilhar uma coisa com o laboratório todo: A miserável da gripe! Assim, ficámos todos em pé de igualdade, destacando-se essa desgraçada brasileira por levar já uns dias de avanço de contaminação.

Não vos quero molestar com o que me dói ou não dói, mas sim com o que na realidade me trouxe ao PC para vos escrever. Dizem que começa assim:

A OPEP é basicamente um grupo de sacanas que controlam uma das fontes energéticas mais utilizadas no planeta... o "pitroil"! Quando tens reservas boas, entras para o grupo... quando já não tens reservas, vais pastar com os outros países sem reservas que há no mundo... ou seja... os tesos! É um clube VIP do ouro negro.
Ora, como temos assistido nos últimos tempos, parece que o tiro lhes saiu pela culatra e o pessoal deixou de comprar derivados de petróleo, fazendo com que o preço do barril descesse até mínimos…

Cump's Annuelles

A todos os meus amigos, o desejo de um um muito bom ano novo. Espero que tudo lhes corra pelo melhor e que encontrem a paz que procuram.

Aos meus pais, namorada e amigos... curtam com juízo.

Desculpem-me o atraso, mas há coisas que demoram a recuperar.

Rick

Salmon Dance

Gostaria apenas de me pronunciar em relação a um facto...
O salmão volta sempre ao rio de origem para desovar!

Pode parecer um facto estupido, mas a aplicado ao Homem, podemos chegar à mesma conclusão. Todos nós gostamos de desovar de preferência na nossa casa.

Apenas uma observação... curtam a música!

Desovantes Saudações

Shuri Kata

Bom Ano de 2234!!!

Caros leitores,

É com elevado agrado e algum álcool no bucho que a vós me dirijo para desejar um óptimo ano novo. Sei que já é um pouco tarde no dia 1 do dito, mas creio que nenhum de vós teve ou terá área para fazer leituras atentas a qualquer que seja o blog.

Desejo-vos tudo de bom, cheio de coisa boas e muitas festas pelo corpo todo. Hehe
Saúde, algum dinheiro para não se andar penado e acima de tudo sejam felizes.
Ah... e sorriam sempre!!!

Sempre vosso,

Shuri Kata