Avançar para o conteúdo principal

Dicas para a Assembleia.

Corrijam-me se estiver errado, mas gostaria de dar umas dicas para a tão afamada assembleia da república. Quer-me a mim parecer que há uma ou outra coisa que requer uma revisão e que iria trazer muitas vantagens aos bolsos dos contribuintes.

Caso alguém já tenha perdido tempo para dar uma vista de olhos na ARtv (leia-se Assembleia da República TV), poderá dar-se conta que temos 230 deputados... ora, desses 230, apenas 10 a 12 abrem realmente a boca para dizer o que quer que seja, certo? E quantos estão embrenhados em solitários, freecells e copas em rede? E o curioso é que quando se vai para votação, não há votos contra ou abstenções dentro dos partidos proponentes. Ou seja, temos muita gente a não fazer um "cú", e que no fundo só faz número, e ganha por isso.

Então vamos juntar o facto de todos terem computador; tomarem café, águas e afins; utilizarem as casas de banhos com as devidas descargas... e recebem para estar a pastelar por lá. Dá para ter uma ideia dos gastos, não? E quem é que paga? O patego!

As minhas ideias, no fundo, são:
1º continuar com os 230 lugares, mas com apenas 12 efectivos, ou seja... pessoas a gastar o dinheiro dos contribuintes reduzida 19 vezes. E como funcionariam as coisas assim com tão pouca gente? Simples. Os partidos teriam o peso dos lugares, por exemplo: imaginem que o PSD teve 59 lugares. Dado que todos votam sempre para o mesmo lado, independentemente das voltas à barriga que essa decisão lhes possa dar, os representantes efectivos (2) teriam o peso de 29.5 cada um. Digam lá que não é uma boa poupança? 19 vezes menos dinheiro dos contribuintes!

2º Com a redução do pessoal, podemos meter a gentalha que sobra numa sala mais pequena que o hemiciclo. Gasta-se menos luz, são necessários menos aparelhos para que todos consigam ouvir bem... Poupa-se outra vez. Experimentem mandar "bitaites", não de um lado da assembleia para o outro, mas do teu lugarzinho para o lugar do lado! Habilitam-se a levar um "quenco". No fundo, tornava-se o ambiente mais familiar... hehe.

3º Dado que o hemiciclo não pode ficar vazio, poderíamos transferir para lá as aulas de matemática de todas as universidades do país... Todos sabemos que esta disciplina é o calcanhar de Aquiles de muito boa gente. Podia ser que a grandiosidade daquela sala inspirasse alguém...

Digam de vossa justiça.

Cumprimentos,

Shuri Kata

Comentários

Anónimo disse…
curioso esse teu processo analitico que me fez dar uma gargalhada... deu p ter uma visão quando disseste que a sala seria pequena, acho que levavam para lá biscoitinhos para acompanharem com o café...lol ao invés de na coreia ou noutros países andarem a botar cadeiras nas cabeças uns dos outros. Já se sabe que a assembleia é um pagode do cara...ças. Diminuí-la só se tornaria numa Vara (de porcos), mais pequena e isso traria ainda menos produtividade... não havia tanta carne para consumo...lol
Anónimo disse…
ass. pingoxixo...
é que sou um Churro.... dasse ja nao encontro a passe outra vez... parece que me anda a fazer mal o não consumo de bebidas alcoolicas... traz me esquecimento e confusão mental lol
abraço
Ninja disse…
Não só não concordo contigo, como também acho que tens tipostilamente razão.

Mensagens populares deste blogue

Ide e Multiplicai-vos!

Boas tardes caros leitores, leitoras, vislumbradores e afins deste blog.

Como podem reparar, convidei o Richard para apresentar alguns dos seus disparates neste blog. Depois de uma colocação inapropriada do texto "Strange Life of John" no TheLittleBox, decidi propor-lhe um lugar para poder disparatar livremente, mas com censura. Hehe. Espero que ele esteja à altura de merecer a presença neste meu pequeno espaço.

Não hesitem de comentar as nossas postagens. Creio que ambos temos muito para aprender.

Com os melhores cumprimentos,

Shuri Kata

Melgas

As melgas são um bicho parvo, malazado a voar, aproveitador e claramente sobredotados para o que não devem... Deviam, portanto, claramente falecer! Lamento a quebra de opções alimentares dos achigãs, mas vocês não têm de se encher de repelentes!

WTF? - Definição de politicamente correto

Caríssimos leitores,
Por certo que o tempo tem sido pouco e, claramente, a dedicação tem sido algo a rasar o insignificante... para não dizer nenhuma... mas as mundifiquilidades da vida assim obrigaram. Chega de lamurias à velhinho e vamos ao tema do dia:
Afinal, o que é ser politicamente correto?
Em conversa com Confúcio, Spétalus teve também esta dúvida, e o grande sábio assim falou:
- Caro Spétalus, e eventualmente Cómlius, vamos imaginar o seguinte cenário - No grande império da China existem minorias... parte dessas minorias não trabalha nem paga impostos...  parte dessas minorias recebe apoio do imperador para poder sobreviver, devido à questão anterior... parte dessas minorias dedica-se a levar emprestado os bens de outrem... parte dessas minorias tem milhões de yens guardados no banco... - Mas isso não faz sentido sábio Confúcio! - Exclama Spétalus. - Então eles não contribuem para o estado que os sustenta e ainda amealham por fora? Isso não é justo para os outros que nada tê…